Usuário:
Senha:
Esqueci minha senha


      Pesquisa avançada


Grupo do Catecumenato Vídeos do Catecumenato Mapas do Catecumenato Siga-nos no Twitter
  
Catecumenato


Publicações


Serviços


Especiais


« 1 (2) 3 »
Artigos : Três amizades
  em 22/06/2009 01:31:15 (448 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

Há três tipos de amizades. A primeira encontra semelhantes. A segunda faz semelhantes. A terceira nem encontra nem faz. Ocorre entre diferentes que diferentes restarem. Essa é a melhor das amizades...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

Artigos : À porcura de mim mesmo
  em 22/06/2009 01:27:59 (384 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

O bêbado, o adormecido, se ignoram, se perderam de si. Assim nasci, perdido de mim, sem idéias, que ainda não eram, apalpando meu corpo que começava a ser. Nasci vazio do eu, como o vácuo produzido para o nada ter morada. Eu tinha carne e osso, olhos para ver e chorar. Isso têm humanos e animais. Define o eu e não o que nos é comum, só o que nos separa...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

Artigos : Assim caminham os humanos
  em 22/06/2009 01:21:44 (369 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

Imaginamos uma era em que a humanidade não mais tenha terroristas. Para isso preparamos guerra. São tidos por ingênuos os que pretendem uma paz duradoura fundamentada na interioridade humana, de valores de amor e paz. É muito encontradiça a crença de que o passar do tempo, sedimentado em séculos, automaticamente fará a humanidade melhor. Como o fruto que, na árvore, espera tempo para a maturidade...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

Artigos : O homem indolor
  em 22/06/2009 01:10:15 (481 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

Todo homem precisa de saúde. Consequentemente, também de um alarme, se ele passa mal. O nome desse alarme é dor. Um homem, indolor por horas, foi inventado pela anestesia. Um outro, permanente, existiu antes e depois. Nascem humanos, por vez incapazes de sentir dor. É doença, vantagem não é. Porque se concluiu: o alarme é indispensável, é preciso doer...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

Artigos : Amanhã será melhor
  em 22/06/2009 01:03:19 (376 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

Vejo o pombo correio e me lembro da condição humana.

Solte-o onde quiser. Sobrevoará todos os caminhos, como quem não sabe, e voltará ao seu lugar, como quem sabe...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

Artigos : Relógio da vida
  em 22/06/2009 00:58:41 (391 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

Na minha casa, aquele relógio de parede! E seu tic-tac, a noite inteira! Devora, engole sem mastigar, o tempo que os ponteiros garfam. Vão-se noites e dias, sem parar...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

Artigos : Ousadia e limite
  em 22/06/2009 00:28:02 (366 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

O jeito do ser é o jeito do agir. Um ser chamado mangueira dá manga. É seu agir. Seja o agir humano também conforme seu próprio ser...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

Artigos : Condição Humana
  em 22/06/2009 00:08:38 (347 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

Hoje não digas: anoitecerei.

Já amanheceste mendigo da noite que vem. Anoitecerás se a sorte das horas te proteger também...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

Artigos : Do bom e do melhor
  em 21/06/2009 23:49:37 (373 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

Ler é bom. Escrever é melhor. Se leio, o instante passa como a página que viro. Se escrevo, quase me eternizo. Meus livros são eu depois de mim. Mas escrever muito e pouco ler é risco de escrever para nunca ser lido...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

Artigos : As razões do Traidor
  em 21/06/2009 23:44:20 (368 leituras)

Texto escrito pelo professor Francisco Nóbrega Pereira.

Por vez o traidor resta herói, por vez o herói é dito traidor. Por isso, hoje, antes que isso aconteça, eu, Judas Iscariotes, peço a palavra para dizer minhas razões...

Clique no arquivo em anexo para ler o artigo inteiro.

« 1 (2) 3 »
Cadastre-se
Cadastrando-se, além de ajudar-nos a localizar todos que já fizeram o Catecumenato, você ainda receberá informações atualizadas de tudo o que acontece.


Bíblia e Pesquisa




 

Copyright © 2001-2010 Catecumenato. Todos os direitos reservados.